sexta-feira, 23 de julho de 2010

Laudato Sii, Signore Mio - Momento memória...


No finalzinho de dezembro 1993 e início de janeiro de 1994, quando eu era apenas uma pré-adolescente começando na fé, não sabia nada sobre a Igreja Católica e nem porque eu estava ali - época em que não tinha tanta paciência para homilias, pregações e afins - e o pior, achava que já sabia tudo (para desespero da D. Ivani, Ir. Santina e Ir. Emília, que me prepararam para a Primeira Eucaristia!), fui convidada a participar de um encontro de adolescentes, que seria realizado durante uma semana inteira, uma espécie de "Férias na Igreja". Este retiro foi promovido pela Paróquia Nossa Senhora D'Ajuda, em Ilhabela, onde eu morava,  e pelas Irmãs Canossianas, as quais trouxeram  para a animação uma turma de jovens que moravam em Araras/SP e região. Meio a contragosto, aceitei o desafio, pensando: "Vou no primeiro dia, se não for legal, caio fora!". A proposta era passar o dia no encontro e a noite em casa, voltando novamente às 08h00 do dia seguinte. Posso dizer que o primeiro dia superou minhas expectativas. Resultado: não faltei uma só vez. E o melhor: UM TEMPO NOVO NASCIA EM MINHA VIDA E EU COMECEI A GOSTAR DE SER IGREJA.
O que me chamou a atenção durante aquela semana não foram longas pregações, vastíssimas catequeses ou orações de cura interior. Foram os jovens evangelizadores, um pouco mais velhos do que eu, "normais", que se dispuseram a "perder" as férias, viajando mais de oito horas, para trazer algo diferente para nós. E o conteúdo programático da semana? O mais simples possível: atividades esportivas (incluindo vôlei, queimada, futebol, pebolim, tênis de mesa), filmes (drama, comédia, tipo sessão da tarde e bíblicos), palestras sobre família, educação sexual e afetividade (bem curtinhas e com muitas dinâmicas), gincana (corrida do saco, ovo na colher, arrecadação de mantimentos, etc), dia de lazer na piscina e cachoeira da Fazenda Siriúba (maravilha!), Santa Missa e muita música, a maior parte de animação. 
PARA MIM, UMA  CANÇÃO MARCOU ESTE ENCONTRO. ALI ESTAVA UM CHAMADO A LOUVAR, A GLORIFICAR A DEUS PELA MINHA VIDA E POR TUDO QUE ME CERCAVA. QUANDO COMEÇAVA A CANTAR, NÃO ERA MAIS UMA ADOLESCENTE TÍMIDA, FECHADA NO MEU MUNDO, EM MEIO À CRISES EXISTENCIAIS E FAMILIARES,  SIM UMA PESSOA QUE ACABAVA DE DESCOBRIR UM MUNDO NOVO.

Mas por que estou escrevendo sobre isto? Porque em meio à minha curtição de férias, "nas ondas da Internet", encontrei um vídeo com esta música, que me fez remexer no baú destas memórias e reviver estes momentos. E não poderia deixar de compartilhá-los com meus amigos.


MORAL DA HISTÓRIA - Evangelizador não é aquele que fala de Deus o tempo todo. É AQUELE QUE CONSEGUE VIVER A SUA VIDA COM DEUS O TEMPO TODO. Tipo assim: alegre, sorridente, "normal", na escola, no trabalho, na faculdade, na praia e na balada, nos momentos felizes e também nos difíceis e de sofrimento. Entre erros e acertos, somos chamados a perseguir esta meta...

Grande abraço a todos!

Taís

2 comentários:

jane disse...

Olá, Taís, a paz de Jesus! Que alegria senti ao ouvir a música "Laudato Sii, Signore Mio"! Sim, eu também estive nesse mesmo retiro que você. Foi lindo, emocionante, inesquecível! Que bom saber que alguém ainda se lembra dele, pois, foi um encontro maravilhoso, onde, aprendemos muito, nos divertimos muito e, sem dúvida, ficará em nossos corações para o resto de nossas vidas. Fique na Paz e obrigada por compartilhar essa lembrança tão linda conosco! Beijos!

Taís disse...

Olá Jane...Enquanto estava escrevendo lembrava-me de vc e sua irmã e do Jean. Grande abraço para vcs e saudades! Deus os abençoe!